Menu

Rádio Cultura Comunitária FM
104.9Mhz
A nova voz do seu rádio.

Odair elogia postura do Inter em empate e vê briga pelo título aberta: "Ninguém campeão"

11 NOV 2018
11 de Novembro de 2018

Colorado sai na frente e cede 1 a 1 ao Ceará neste domingo, no Castelão, pela 33ª rodada, mantendo a escrita que o Ceará não perde em casa para o Internacional desde 1972.

Após sair na frente, o Inter cedeu o empate em 1 a 1 ao Ceará e perdeu a chance de reduzir em dois pontos a distância para o Palmeiras com o empate em 1 a 1 deste domingo, na Arena Castelão, pela 33ª rodada do Brasileirão. Mas o resultado em Fortaleza não rende lamentações do técnico Odair Hellmann, em especial pelo desempenho de seus comandados fora de casa.

Em entrevista coletiva após a partida, o treinador elogiou a postura do Inter ao longo da partida, principalmente no primeiro tempo. De acordo com o técnico, o Colorado criou chances claras até para abrir o 2 a 0, mas não conseguiu traduzi-las em gol, após Leandro Damião abrir o placar. Depois, na segunda etapa, o jogo se tornou mais franco, com as duas equipes obstinadas a buscar a vitória.

– Fizemos um primeiro tempo melhor que o Ceará. Tivemos oportunidades de fazer o 2 a 0. Não fizemos. Depois dos 30, 35, o Ceará forçou bem o jogo, conseguiu nos pressionar e tomamos o gol. No segundo tempo, o jogo ficou lá e cá, com as duas equipes querendo vencer. É um ponto que se soma – afirma.

O resultado, combinado com o empate do Palmeiras diante do Atlético-MG, mantém a distância ao líder em cinco pontos. O técnico, por sua vez, vê a briga pelo título aberta, com 15 pontos ainda em disputa.

O técnico explicou ainda uma polêmica com D'Alessandro durante a partida. Após receber o terceiro cartão amarelo ainda no primeiro tempo, o gringo se dirigiu ao treinador, à beira do campo, e disse que o Dewson Freitas havia feito ameaças de tirá-lo de campo. Odair disse que a substituição de D'Ale por Wellington Silva, já no segundo tempo, nada teve a ver com o episódio. E sim com a necessidade de deixar a equipe mais ofensiva.

– Ele não pediu para sair. Foi opção. Já tinha contribuído da melhor maneira possível. Mas o jogo tem desgaste. Foi opção de botar jogador mais agudo, o Wellington, que criou oportunidades. Foi para buscar um jogador de um para um. Realmente houve situação no primeiro tempo, que o árbitro ameaçou de expulsar, ele veio me comentar. Não pode ter esse tipo de situação. Se deu cartão, seguimos o jogo. Ele se acalmou, fez boa partida – disse o treinador.

Com o empate, o Inter segue na vice-liderança, com 62 pontos, e se mantém a cinco do Palmeiras, líder com 67. O Colorado volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h, quando recebe o América-MG no Beira-Rio, pela 34ª rodada da competição.

Fonte: G1

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!